Prefeitura  Prefeitura de Petrolina
logo petrolina

Ação social atende famílias do Residencial Monsenhor Bernardino

Os moradores do Residencial Monsenhor Bernardino, empreendimento do Programa federal Minha Casa Minha Vida inaugurado na gestão do prefeito Julio Lossio, participaram no último sábado (30) de uma ação social realizada na própria comunidade.

O evento faz parte do trabalho de assistência social realizado pela Prefeitura de Petrolina junto às famílias atendidas pelo Programa. Durante o sábado centenas de pessoas entre crianças, jovens, adultos e idosos participaram de atividades recreativas, oficinas e atendimentos diversos.

"Tivemos uma grande participação da comunidade que vem buscar conhecimento de um modo geral. Foram realizados diversos atendimentos, cerca de 400 ao todo, demonstrando a importância das ações para as famílias", explicou a Secretária Executiva de Habitação, Edinalva Gomes.

A Ação Social contou com uma estrutura montada de estandes para artesanato,  educação e atendimento de saúde, além de consultoria da Casa do Empreendedor de Petrolina e do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). Também foram realizadas oficinas com crianças e adultos,  apresentações de Hip Hop, Muay thai, poesia, prestação de serviço de salão de beleza e treino  funcional, além da distribuição de 200 mudas de espécies nativas.

"A Ação Social tem o objetivo de mobilizar as comunidades levando a elas diversos serviços e demonstrando o que elas têm direito. É mais uma forma do município atender as demandas dessas famílias", afirmou o prefeito Julio Lossio.

Também participaram da Ação Social a Casa do Empreendedor, Senac, Secretarias de Cidadania, Saúde, Habitação e a Agência do Meio Ambiente (AMMA).


Texto: Juciana Cavalcante
Foto: Sehab
Ascom PMP
02/05/2016

Prefeitura de Petrolina abre o Movimento Maio Amarelo e faz alerta aos motoristas

A prefeitura de Petrolina através da AMMPLA-Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina abriu na manhã desta segunda-feira 2, o Movimento Maio Amarelo-atenção pela vida com o objetivo de alertar e tornar o trânsito mais seguro, por meio da educação e da conscientização.

A programação foi aberta oficialmente no auditório do Sest/Senat com a participação do diretor presidente da AMMPLA, Ryan Pedro, ex-presidente Paulo Valgueiro; presidente do Comitê de Prevenção Regional de Acidentes de Moto, Aline Jeronimo, Subtenente do 5º Batalhão da Polícia Militar, Yon Ives; presidente do Sindicato dos Lojistas, Joaquim de Castro; Francimar dos Santos Silva, representante dos agentes de trânsito e Luiz Marcos, do Sest/Senat.

Este ano o prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio, institui através do Projeto de Lei, o "Mês Maio Amarelo”, dedicado à prevenção e combate à violência no trânsito. A Lei prevê que o  “Maio Amarelo” passa a integrar o calendário oficial de Datas e Eventos do Município de Petrolina a ser comemorado anualmente.

O diretor presidente da AMMPLA-Autarquia  Municipal de Mobilidade de Petrolina, Ryan Pedro, disse que o órgão terá uma a programação toda  montada com campanhas de esclarecimentos educativas para jovens, adultos, idodos e preventivas visando diminuir os acidentes de trânsito no Município, bem como proporcionar um trânsito mais seguro.

O encerramento do Movimento Maio Amarelo está previsto um Passeio Ciclístico no domingo 29 de maio. As incrisções podem ser feitas na sede da AMMPLA, na avenida da Integração 1220.

O setor de educação da AMMPLA, aponta que no Estado foram registrados mais 45 mil acidentes de trânsito, sendo mais de 70% envolvendo motos.

Um paciente de acidente grave de trânsito pode gerar, em média, um gasto hospitalar de R$ 230 mil. As multas mais cometidas são transitar em velocidade superior a máxima permitida, em segundo lugar está avanço de sinal vermelho. A maior incidência de acidentes ocorre entra 17hs e 20hs, seguido do período da tarde com 21%.

Diante destes números assustadores a prefeitura de Petrolina focará durante todo o mês de maio ações para buscar a conscientização de motoristas e pedestres.

“O objetivo é promover ações durante todo o mês e assim despertar na sociedade a consciência para a epidemia nacional que são os acidentes de trânsito no Brasil, que geram um alto custo social e financeiro”, alertou Ryan Pedro.

Ascom-AMMPLA

Destaques
+ notícias